Vera Sibilla Italiana


Sibilla é o que podemos chamar de baralho de conversação e que transmite a ideia de conversar com seus intérpretes, pois, suas cartas retratam cenas do cotidiano, estimulando boas conversas, seja iniciando assuntos ou conectando-os, trazendo uma iconografia altamente adaptável para diversas ocasiões e épocas.

Devido à explosão cartomântica na Europa entre os séculos XVIII e XIX, eis que surge na Itália o Vera Sibilla em meados de 1850.


O Vera Sibilla Italiana é um conjunto de 52 cartas composto por 4 naipes comuns na cartomancia, sendo: ouros (quadri), copas (cuori), paus (fiori) e espadas (picche) e as cartas vão do 1 ou Ás ao número 10, possuindo 3 cartas da corte, sendo: valete, rainha e rei.


Uma curiosidade é que os baralhos denominados Sibillas também foram difundidos como cartas ciganas (Della Zingara, Cigany Kartya, Zigeuner Wahrsage-karten, Gypsy Oracle Cards e etc) e é de suma importância ressaltar que esta nomenclatura fora criada apenas para estratégia de marketing, bem como, os baralhos atribuídos à Mlle. Lenormand, como no caso do mais conhecido no Brasil, O Petit Lenormand, aka, Baralho Cigano.

Assim como a história da cartomancia geral, até mesmo como a origem do próprio tarô, entendemos que através da expansão comercial e cultural, boa parte da cartomancia migrada de um território para o outro tenha sofrido mutações, tomando assim uma nova forma e surgindo então novas obras regionais com artes e contextos locais, que é o caso dos sibillas, seja francesa, húngara e como é o caso do baralho Vera Sibilla Italiana. E vocês, já conheciam este baralho? Convido a todos conhecerem seja em consulta comigo ou na próxima turma que abrirei em Março. Que a Fortuna esteja com todos vocês!


21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo